Psicólogo / Psicanalista Clínico ABMP Nº 04909-09
SOBRE O PSICANALISTA
apresentação
ATENDIMENTO
faça o seu agendamento
CONTATO
fale conosco
Ciúmes
"O ciumes é o que faz de nós um ser social", disse a psicanalista francesa Françoise Dolto...

Freud disse: "Assim como o luto, o ciúme pertence a estados afetivos que podemos qualificar como normais...

Quando parece faltar no caráter e no comportamento de alguém, temos o direito de concluir que sucumbiu a recalques poderosos, e por isso desempenha na vida psíquica inconsciente um papel ainda maior." 

"O ciumes é o que faz de nós um ser social", disse a psicanalista francesa Françoise Dolto. Mas a sociedade é ingrata, não reconhece seus méritos, e ainda o atrela a seus próprios preconceitos... Basta ver a diferença que impõe ao ciume dos homens e das mulheres...

O ciumes masculino nunca é visto como ridículo, mas sim como essencialmente dramático... Ao ter ciumes, um homem está defendendo um direito sagrado de posse, não apenas do corpo alheio, mas de sua própria honra que naquele corpo habita... 

Já o ciumes feminino é considerado basicamente risível... A mulher não está defendendo um sagrado direito de fidelidade... Mas sofre porque, sendo fragilizada em sua sensualidade e sentindo insultada em sua inteligência, não consegue entender o direito dele de exercício da livre sensualidade que seu erotismo exuberante lhe impõe...

Basta olharmos as piadas... De um lado a mulher, sempre caracterizada como megera, que vasculha os bolsos do homem que inocentemente dorme... Do outro, a ausência...

Não há piadas de maridos ciumentos... ou seja, se há, raríssimas... O ciumes masculino não é considerado engraçado... O que existe são piadas de maridos traídos, a clássica cena dele voltando, e do amante escondido debaixo da cama ou dentro do armário...

A essa se permite ser engraçada porque não é a visão de um homem humilhado em seus ciúmes diante de uma mulher que talvez o esteja traindo... É uma visão de duelo entre macho, no qual um deles saiu vencedor...

Pode-se rir daquele que perdeu, porque o conceito de poderio masculino está salvo por aquele que lhe ocupou o leito... 

A diferenciação dos papéis sociais impõe diferenças entre o ciúmes masculino e o feminino... Basicamente, o ciúme masculino concentra-se mais no físico, na exclusividade da posse do corpo... Já as mulheres costumam ter mais ciúmes da mente do que do corpo do amado...

 

Ronaldo de Mattos - Psicanalista Clinico

em 03/08/2012

Voltar

Principal / Pense comigo / Contato / Agenda online
www.ronaldodemattos.com - Todos os direitos reservados 2009 - 2013