Psicólogo / Psicanalista Clínico ABMP Nº 04909-09
SOBRE O PSICANALISTA
apresentação
ATENDIMENTO
faça o seu agendamento
CONTATO
fale conosco
Há desejo
Chamam a minha atenção os relacionamentos... Namoram muito e não namoram nada...

Chamam a minha atenção os relacionamentos... Namoram muito e não namoram nada...

Namoram muito porque tem sempre um namorado ou namorada em "campo ou na pista", alguém em quem estão interessados, alguém que estão "azarando". Mas ao mesmo tempo não namoram nada, porque essas relações são muito inconsistentes...

O casal se junta e se separa com a mesma facilidade...

Não há amor, não há envolvimento... Há desejo, epidérmico...

Na verdade não são bem namoros... São casualidades... 

E como começa muito cedo, de uma casualidade em outra passa-se o tempo...

Agradável a principio, excitante, uma especie de tiroteio cerrado de desejo, de busca, de troca... Mas cansativo a longo prazo, desapontador... 

Uma ideia me ocorre, que me parece mais acertada... A de que os relacionamentos estejam de forma inconsciente, fugindo do amor justamente porque podem ter sexo...

Explico melhor, o amor é uma emoção importante, o sexo também... Mas sé o amor somado ao sexo constitui a emoção fundamental do ser humano...

Ora, nem todos tem um mesmo grau de amadurecimento... E nem todos eles se sentem prontos para chegar ao topo do seu universo emocional... Antes todos podiam ter amor, e só os mais maduros ou os mais inconscientes se lançavam na completude amor/sexo.

Agora acontece exatamente o oposto, tendo sexo, evitam o amor... 

Adiando a sobrecarga emocional que não se sentem capazes de enfrentar...

 

Ronaldo de Mattos - Psicanalista Clinico

em 27/08/2012

Voltar

Principal / Pense comigo / Contato / Agenda online
www.ronaldodemattos.com - Todos os direitos reservados 2009 - 2013