Psicólogo / Psicanalista Clínico ABMP Nº 04909-09
SOBRE O PSICANALISTA
apresentação
ATENDIMENTO
faça o seu agendamento
CONTATO
fale conosco
Queremos sempre saber...
Nossa angustia existencial vem do não-conhecimento. Não sabemos por que estamos aqui. Não sabemos por que, inexoravelmente, teremos que ir embora...

"Era uma casa,

Muito engraçada, 

Não tinha teto, 

Não tinha nada...

Há coisas interessante neste vida... Uma delas é a fascinação que temos pela vida... Queremos sempre saber... O que mais nos interessa é a vida, tentamos conhecer através da nossa própria, e da vida alheia...

Biografias, autobiografias, jogos da verdade, mexericos, depoimento, entrevistas, confidências, confissões, sessões de analise nos permite viajar por dentro das emoções...

Não é sem razão que os meios de comunicação em massa expõem cotidianamente a vida intima de milhares de pessoas, atraindo com isso milhões de consumidores. 

Eu não conheço a princesa Kate Middleton. Não tenho pessoalmente nela o menor interesse. Sua atuação não afeta minha vida. Mas se ela, em livro, artigo ou televisão, descrever com detalhes como sentiu num dia em que o vento levantou sua saia em praça pública e fotógrafos do mundo inteiro puderam flagrar sua calcinha, isso me interessa... Quero saber de nobres calcinhas? Não, quero saber de sentimentos...

Nossa angustia existencial vem do não-conhecimento. Não sabemos por que estamos aqui. Não sabemos por que, inexoravelmente, teremos que ir embora. Não sabemos por que as coisas nos acontecem. E por que essas coisas, em vez de outras.

E embora em meio a tantos desconhecimentos, queremos muito acertar, queremos saber reagir de modo à fazer com que essas coisas aparentemente aleatórias se transformem em fontes de felicidade para nós.

Mas ao enfrentar cada nova experiência de vida, percebemos assustados que não temos dela nenhuma experiência anterior capaz de nos ajudar em nosso esforço de acerto.

Tenho 38 anos. Tenho a experiência destes 39 anos de vida. Mas dentro de alguns meses farei 40, e breve terei 50. Não tenho nenhuma experiência relativa a 50 anos. Nunca tive 50 anos antes. A ideia de enfrentar o meio século sem nenhuma informação a respeito não é confortante.

Então ouço da boca dos que já têm 50, e me tranquilizo. Assim eu, assim todos... Eu vezes outra excedo na reclamação, depois brinco com minha esposa e minha sogra: Desculpem, mas eu nunca fui esposo e genro antes. 

E elas rindo respondem: "Nós também nunca fomos esposa e sogra." Estamos na verdade, esvaziando a tensão de andarem apalpando as escuras...

Angustia-nos a possibilidade de errar, porque sabemos não teremos outra oportunidade. Ninguém vive duas vidas. Temos que aprender rápido, aprender o máximo possível, antes que o bonde passe...

E a melhor forma de aprender é através da narrativa dos outros, através do conhecimento de suas vidas e de suas emoções...

 

Ronaldo de Mattos - Psicanalista Clínico

em 13/05/2013

Voltar

Principal / Pense comigo / Contato / Agenda online
www.ronaldodemattos.com - Todos os direitos reservados 2009 - 2013