Psicólogo / Psicanalista Clínico ABMP Nº 04909-09
SOBRE O PSICANALISTA
apresentação
ATENDIMENTO
faça o seu agendamento
CONTATO
fale conosco
Psicanálise e Pós - Graduação
As principais universidades do país, como é o caso da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP), da Universidade Federal de Minas Gerais.

 Curso de Pós-Graduação em Técnica Psicanalítica Aplicada/ Psicanálise em Educação.

Formatado conforme os requisitos do Ministério de Educação e Cultura (MEC), o curso proporcionará aos alunos um título de especialista devidamente reconhecido. Essa será uma credencial importante que poderá habilitar os profissionais saídos da graduação ao trabalho nos ambientes universitários. Aos mais experientes, o curso oportunizará uma revisão e o aprofundamento dos conceitos psicanalíticos na contemporaneidade.?
O funcionamento do curso encontrou a justificativa que segue. "A psicanálise sempre manteve estreitos laços com a cultura de um modo geral e com a educação de modo particular. Existem, na obra de Sigmund Freud, inúmeras referências à Educação. Embora o fundador da psicanálise não tivesse desenvolvido uma pedagogia psicanalítica, ele se orgulhava dos trabalhos da sua filha A. Freud no campo relacionado à Educação. Posteriormente, os seguidores, como M. Klein, D. Winnicott, Bion e Lacan, produziram textos importantes que contribuíram para a compreensão dos aspectos emocionais da aprendizagem e da relação professor/aluno, bem como das relações institucionais. Essa breve alusão à história evidencia o interesse, hoje renovado, pelas instituições psicanalíticas na busca de uma aproximação da psicanálise junto à universidade e à educação.
Com efeito, verificam-se inúmeras iniciativas de aproximação da psicanálise à educação no contexto acadêmico. As principais universidades do país, como é o caso da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), possuem cursos de pós-graduação Técnica Psicanalítica Aplicada em outras palavras psicanálise, aqui em Brasília a UNB - Universidade de Brasília, CEUB  - Centro Universitário de Brasília, ISB - Instituto Saber ou relacionada diretamente com a educação e atendimento Clínico.
Um curso de pós-graduação que enfatize as contribuições da psicanálise para a aprendizagem, focalizando os aspectos emocionais relacionados aos seus personagens e suas instituições, despertará interesse imediato. A área ainda carece de pesquisa sistemática, embora existam já publicações significativas que exploram o tema.
A sociedade contemporânea pós-moderna, com suas peculiaridades, impõe desafios que necessitam ser enfrentados com recursos das ciências humanas para dar conta da solidão e do ensimesmamento narcísico das pessoas exageradamente voltadas para si, em busca de satisfações imediatas, quase sem desfrutar do prazer da reflexão e das trocas construtivas com os outros. As conseqüências para o exercício do magistério, em particular, são bem conhecidas, face às importantes mudanças tanto no papel dos professores como dos alunos e familiares. De fato, a perda dos papéis definidos, o borramento dos limites, a confusão entre gerações, a fragilidade das instituições têm levado ao insurgimento dos alunos, a problemas disciplinares, ao baixo rendimento acadêmico e até a violência. Professores, psicólogos, médicos, profissionais graduados das áreas humanas de todo o Estado Brasileiro poderão encontrar uma oportunidade única de especialização, podendo aprofundar conhecimentos e qualificar sua prática profissional, o que certamente oportunizará mais desenvolvimento técnico, cultural, social e, indiretamente, econômico.
O curso tem a duração de 545 horas; portanto, consiste numa atividade científico-educacional de fôlego e inédita para nossa Sociedade e rara para o contexto psicanalítico brasileiro.
Com efeito, desde a década de sessenta, a psicanálise vem se aproximando das universidades pelo empenho dos psicanalistas interessados no ensino. A experiência que estamos vivenciando, entretanto, não se caracteriza por ser uma ação individual, mas o resultado da aproximação de duas instituições: de um lado, uma universidade, associações Psicanalíticas.
Em anos recentes, houve uma experiência similar realizada pela Sociedade Psicanalítica de Mato Grosso do Sul, apoia­da pela IPA, auspiciado pelo Developing Psychoanalytic Practice and Training Programme (DPPT), que visava capacitar especialistas para o ensino na universidade. Com esse curso, os psicanalistas se habilitaram para o exercício das atividades acadêmicas, adequando-se à legislação vigente, que exige qualificação mínima de especialista.
Nosso caminho vem se construindo aos poucos, passando pela formalização de um acordo de colaboração técnico-científica. Entre tantas atividades que realizamos no ambiente universitário com professores e alunos.
O contato continuado com os professores do Curso de Pedagogia possibilitou condições para apresentar a proposta do Curso de Psicanálise e Educação para a universidade.
Com a realização desse curso, em consonância com o pensamento vigente nas instituições maiores, como a International Psychoanaytical Association (IPA) e a Federação Brasileira de Psicanálise (FEBRAPSI), que almejam aproximar a psicanálise da comunidade geral, especialmente a científica e a universitária.
Com efeito, a estratégia da IPA, nesse particular, tem como objetivo prioritário o fortalecimento das relações com a sociedade em geral e, para isso, criou um conjunto de programas e de comitês para cuidar da difusão da psicanálise. Os comitês sobre a Psicanálise e Cultura e o Comitê sobre a Psicanálise e Universidade fazem parte dos instrumentos para se alcançarem os objetivos delineados.
Na linha de encontro com o pensamento internacional apresentado pela IPA, a FEBRAPSI, pelo seu presidente, Dr. Cláudio Rossi, assim se manifestou recentemente: "Podemos aumentar nossa participação nas universidades, nos meios de comunicação e nos grupos sociais que nos envolvem. Podemos esclarecer a população a respeito das diferenças entre a Psicanálise e centenas de outras coisas que têm sido chamadas indevidamente de Psicanálise".
Os ganhos para os alunos e para as instituições logo aparecerão. Conforme Mezan, a universidade vai desfrutar de um grupo de profissionais experientes e identificados com um pensamento psicanalítico e com o exercício da clínica. Os psicanalistas em contato com o ambiente universitário, dado o pluralismo e o trabalho multidisciplinar, poderão levar para a sua instituição um pouco dessa experiência, conforme o clima que aí se respira, um pouco mais arejado, por estar menos sujeitos às manifestações de transferências. Além disso, o contato mais próximo com metodologias de ensino e com as atividades de pesquisa poderão ser enriquecedores. O contato com o discurso acadêmico, que exercita o rigor intelectual, implica um exercício diferente daquele que o psicanalista está acostumado na atividade da prática clínica.

 

em 27/11/2009

Voltar

Principal / Pense comigo / Contato / Agenda online
www.ronaldodemattos.com - Todos os direitos reservados 2009 - 2013