Psicólogo / Psicanalista Clínico ABMP Nº 04909-09
SOBRE O PSICANALISTA
apresentação
ATENDIMENTO
faça o seu agendamento
CONTATO
fale conosco
Mulher independente
Então, se são esses os homens que a independência delas assusta, viva a independência!

Dizem muitos, que mulher independente, assusta homem. Eu acredito tanto quanto acredito que alho assusta vampiros. Afinal, por que se assustariam eles? 

Alguns dizem que homem se assusta com mulher independente porque teme a concorrência. Mas se um homem teme concorrência, seja ela de quem for, é sinal de que está inseguro em relação a si próprio.

É sinal também de que só quer ganhar, só quer ficar em primeiro lugar, o que, em elementar matemática, significa que pretende sempre colocar a mulher em segundo. Temos aí então um belo exemplar de machismo, dominador, dono da criação, que a mulher nenhuma deve interessar.

Outros dizem que homem não gosta de mulher independente justamente por sua independência, por sua capacidade de ir e vir, por sua liberdade física e moral. Estes prefeririam uma coisinha mais submissa, adquirida na feira nupcial, respeitadora do seu lugar, daquelas que só falam depois que a conversa chega à cozinha. Mas a estas, quem os quer?

Há os que dizem também que o homem não gosta de mulher independente porque é muito liberada sexualmente. Para estes seria aconselhável uma virgem, a sacudir bem de leve antes do uso, e a ser tomada em pequenas colheradas, com muita cerimônia.

De fato, não devem estar muito interessados em desenvolver uma boa parceria sexual, nem muito seguros de sua própria atuação, pois temem, visivelmente, que uma mulher de maiores conhecimentos possa descartá-los rapidamente. E estes, para que servem?

Então, se são esses os homens que a independência delas assusta, viva a independência! Não só ela é boa, eletrizante, enriquecedora, como é uma fantástica peneira, encarregada de uma triagem que já afasta do caminho grande parte dos homens que não serviria para estar ao lado delas.

Em compensação, os homens que se interessam por mulheres independentes, quantas razões têm para gostar delas. Gostam porque são ótimas na concorrência. Viver com elas é um desafio estimulante, uma razão para melhorar constantemente.

E nada aprimora tanto as pessoas quanto conviver com nossos desafios de superar a si mesmo e perceber no semblante do outro o orgulho de admiração...

E gostam porque sabem se locomover sozinhas sem precisar de constante apoio logístico. Porque tem claras idéias sobre o que lhes convém e o que não as interessa.

Porque não vivem penduradas no braço deles. Porque sabem abrir suas próprias portas na vida. E gostam, ah, gostam muito delas, porque sabem o pleno significado do sexo, e podem ser mulheres muito mais amantes.

Uma mulher independente não é uma filha já crescida que um marido assume e pela qual se torna absoluto responsável. É uma companheira sexual e intelectual que ele escolhe para compartilhar as decisões da vida. E esta, convenhamos, é uma base bem mais sólida para começar qualquer relacionamento.

Ronaldo de Mattos - Psicanalista Clínico

em 25/10/2013

Voltar

Principal / Pense comigo / Contato / Agenda online
www.ronaldodemattos.com - Todos os direitos reservados 2009 - 2013